Bem-vindos, nobres espíritos!

Sintam-se em casa em minha humilde morada. Aqui vocês encontrarão alguns de meus loucos textos que ora lhes convido a ler e, se assim desejarem, comentar...

agosto 08, 2009

Carta aos Deuses

De vocês estou farto!
Vil concílio depravo
Escutem meu brado
Não serei mero escravo
Deste vil potentado!


Abrirei minha rota
Não mais mera anedota
Seguirei meu caminho
Com certeza sozinho
Talharei minha história
Será minha a vitória!

E ao final da contenda
Assim termina a lenda
O destino do Lobo
Incurável louco
Esvai-se em sua última oferenda
Conquistando a liberdade
Em troca de tão fútil prenda:

Uma vida envolta em tormenta

Autor: Jarbas Lima Alves da Silva

(O Lobo aguarda pacientemente o dia em que romperá suas correntes e enfrentará seus captores)

11 comentários:

Antonio disse...

Excelente! Acredito que este Lobo já enfrenta (com vantagem) seus captores. Grande abraço e parabéns pelo talento.

http://astrevasealuz.blogspot.com/

Anônimo disse...

Perfeito!
http://pensamentossubentendidos.blogspot.com/

Jéssica Torres disse...

Meu caro amigo, uma alegria inquestionável ver que ainda usas o teu espaço para tais desabafos!
Bem sei o quanto há de ti e de tua fornada expressa em tão laburiosa jornada do nosso Lobo.
Mas tenha calma, já te falei uma vez e repetirei sempre. Depois da tempestade há de vir a calmaria, não importa o quanto durar tão atormentado tempo!
Há de triunfar sobre tuas mazelas meu caro, e observarei contente tal momento.

Abraços

Carol Wolff disse...

Olá querido! Como vai, tudo bom?? ^^''
Hhhmm o que disse é verdade, não fui só eu que nesse meio tempo teve que abandonar o blog por alguns meses, muitas pessoas excluíram seus blogs definitivamente, ainda bem que não foi o meu caso, ao contrário eu me arrependeria muito!
Fico feliz em saber que gostou do meu poema e mais ainda que lhe tenha tocado do forma pessoal, afinal, muitas vezes o que procuramos é algo que se identifique com a gente, uma música que parece cantar a nossa história, um poema que parece descrever tal momento...
Bom, e falando em poema, o seu está mais uma vez, maravilhoso! Adoro as palavras que usa para se expressar... e não! Não repita mais isso, essa história de que seu blog já está quase no fim! Não faça isso, aposto que ainda tem muitas belas palavras para deixar antes de tomar tal decisão =/
Espero que tenha um belo início de semana... Um grande abraço e beijo ;**

Juliana Lima disse...

Interessante seu blog!
escreves muito bem.

beijos

Juliana Lima disse...

aah, tem um selo pra você no meu blog...

beijos

Rui disse...

Parece a nossa história.
Como o filho que sofre ao afastar-se da casa do pai.
Alguém que quer a "tola" liberdade, sofre por isso!!!

Ego tripping disse...

Uau, fiquei embasbacada com este poema, incrível.

Mimi rocks disse...

Gostei do poema, como sempre maravilhoso.
Vim agradecer seu incentivo - graças a ele terminei, enfim, o meu conto.

Abraços apertados de sua fiel amiga e leitora

Kuromi Markgraf

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar bom dia
bjss

aguardo sua visita :)

Izabel disse...

Olá!
Vim para dar uma olhadinha no blog que apesar de pausado, adoro tanto.