Bem-vindos, nobres espíritos!

Sintam-se em casa em minha humilde morada. Aqui vocês encontrarão alguns de meus loucos textos que ora lhes convido a ler e, se assim desejarem, comentar...

fevereiro 05, 2008

Paz Preventiva

Hoje, eu tirei o dia pra pensar... Pensar sobre a vida e todas essas coisas chatas que a acompanham. As conclusões vou ficar devendo... Aprendi que não devemos abrir nossa boca se não temos algo de bom pra falar, então melhor ficar silente. Assim, deixo este pequeno texto de mensagem positiva em lugar de meus íntimos pensamentos.




Certa vez, um homem estava ensinando ao seu filho algumas importantes lições sobre a história da humanidade, enaltecendo os feitos militares de seus antepassados e a evolução de seu povo.

No entanto, o jovem, intrigado, não conseguia enxergar este ciclo da mesma maneira que seu pai. Então, para dirimir suas dúvidas, o garoto começou a indagá-lo:

- Pai, por que, para nos tornarmos grandes, precisamos destruir aqueles que antes chamávamos de irmãos?

- É simples, filho. Alguns homens, ao longo de suas vidas, se desviam do Caminho. É uma pena, mas esta é a dinâmica da vida... E cabe a nós, fiéis seguidores da Ordem, detê-los através da força se necessário. Desta forma, purificamos a humanidade da raiz que traz o mal às nossas almas.

Não satisfeito com a resposta, o garoto voltou a inquirir seu progenitor:

- Então, os homens matam outros homens porque eles escolheram o caminho errado?

- Exatamente, meu filho... Uma morte é sempre um acontecimento trágico, mas ela nem sempre pode ser evitada.

- Pai... se eu sair do Caminho, o senhor também vai me matar?

- Não seja tolo, meu filho! É claro que não... A função de um pai é educar seus rebentos para que se tornem pessoas decentes, e não desistimos desta tarefa enquanto o sopro da vida insuflar nosso coração!

- O senhor diz que teria compaixão daqueles que são seus parentes de sangue, e tentaria reverter a situação, independente da dificuldade... Mas os laços de afinidade não deveriam abranger todos aqueles que chamamos de irmãos pelos laços raciais que nos unem? Se existe essa esperança na recuperação de um filho, porque ignoramos esta possibilidade quando se trata de um irmão?

- É para nossa própria proteção, filho. Se permitimos que eles andem livres por aí, em breve marcharão até nossos quintais, estuprando nossas mulheres e assassinando nossas crianças...

Confuso pelas respostas, o garoto meditou por algum tempo, e finalmente indagou seu pai:

- Se alguém sai do Caminho, e não enxerga outra trilha a não ser aquela que decidiu percorrer, não seria nosso dever demonstrar aos nossos pares o erro de suas decisões, tentando ao máximo trazê-los novamente à razão? E não é pela compaixão, compreensão e paciência que nossas súplicas adquirem idoneidade, sendo mais passíveis de serem aceitas do que argumentos que se iniciam no cano de uma arma?

- E porque nos ouviriam? Além disso, se eles possuem armas, não seria sensato atacarmos antes mesmo deles terem a chance de fazê-lo?

- Mas pai... Pensaste que talvez teus adversários pensem da mesma forma? Será que em toda a história da humanidade os dois lados nunca se sentaram para conversar?

- Isso é loucura! Nunca daria certo!

- Vocês já tentaram?


Aqueles que enaltecem as maldades encontram diversas justificativas para seus atos, definindo como loucura atitudes análogas que não lhes trazem benefícios diretos.

Autor: Jarbas Lima Alves da Silva

(Memorial de Viena contra a Guerra e o Fascismo)

19 comentários:

Abel disse...

Em uma palavra seu blog PULSA.
O seu poema logo abaixo, com o "Estou Vivo!" as reflexões deste, enfim...
Gostei bastante...
=)
Acho que vou voltar mais vezes.
Abel

Mateus disse...

As reflexões do blog são demais.

http://showyourmusic.blogspot.com

Iaiá disse...

Quem são os homem pra julgar outros homens?

Eu quero paz e carnaval.

Jan Träumer disse...

Bonito blog!

Pedro Veríssimo disse...

Ano retrasado foi muito reflexivo para mim, em vários sentidos, inclusive nestes citados...

Acima de tudo, também quero paz, sim.
Mas se para isso eu tiver que roubar a paz de outra pessoa...
Não o farei, com certeza irá haver outra forma de resolvê-lo...

Sobre o blog, achei muito intrutivo e vou passar a ler mais, continue com o bom trabalho de fazer as pessoas pensarem! :D

nina disse...

Olha, você está de parabéns, mesmo. Não é nenhum comentário de quem não sabe o que dizer, eu gosto mesmo da sua maneira de escrever, e esse texto me fez pensar bastante. Ótimo!

Gustavo disse...

é difícil saber que conosco será sempre nós, mas com os outros nem faz-se questão de saber quem são.


OFF: Sinceramente fiquei muito grato com sua crítica sobre meu blog no orkut e com o comentário no blog. Curti muito o ar noturno do seu blog, e com certeza também irei linka-lo.

PS: não, os desenhos não são meus. procuro na net os que melhorem exprimem o que eu quero dizer.

Sarah Jorge disse...

obrigada pela visita.....
Que bom que tirei essa sua dúvida....
espero que volte mais vezes ao meu blog....
eu volterei mais vezes ao seu...Gostei bastante!!
vou colocar como um dos meus blogs favoritos...
Abraço...

Sarah Jorge disse...

muito bom este post....
depois vou postar coisas que escrevo no meu blog...ainda tô organizando ele melhor.....espero qu evc vá ler....
Parbéns pelo blog brilhante!!...

Marina disse...

Esse texto faz pensar em como somos hipócritas. Deveríamos tratar a todos como iguais, mas, sempre preferimos uns do que outros. Julgamos, pensamos saber tudo e ter o poder de curar as pessoas. E aí esquecemos dos nossos erros tentando concertar os dos outros.

Lica disse...

Isso é o preço de sermos pensadores ,
pensamos justificativas que ate a gente acaba achando q é verdade , e na verdade quem é o dono da verdade , existem os dois lados da historia?

Vc esta bem , como foi o carma val?
E as moças nuas , rs

Entre no meu blog , gosto muutos dos seus coments.

bjokas

mary disse...

Isso porque os homens é que monopolizam o poder. Duvido que haveriam tantas guerras se as mulheres mandassem mais :D

beijos!

Siegrfried disse...

Que bom que gosta de Tolkien!
Ele e Frederick Forsyth são meus favoritos!

Gostei do post!
Bem Cool!

Taynara disse...

Belíssimo texto!!!
Mas a verdade é que o problema não é o caminho errado, é só mesmo uma justificativa... a ganância humana faz as guerras e nunca há alguém certo. Certo seria não guerrear...

Bjs,

Aventureiro X disse...

Bom dia meu nobre!

Gostei muito memso desse texto.

Ah se mantivessemos os olhos da criança que fomos... tudo seria diferente...

Abraços companheiro

http://20-e-poucos-anos.blogspot.com/

Vinícius R² disse...

As opiniões divergentes acabam tornando os impulsos convergentes. Mas a convergência deixaria de existir se os ímpetos fossem controlados. Uma boa conversa, uma tentativa, ainda que modesta, faria toda a diferença. Bela reflexão.

Perolas Políticas disse...

Gostaríamos de trocar links com seu blog. Topas ?
www.perolaspoliticas.com

Aa-dreano disse...

Rapaz, gostei do texto, mas essa coisa do pai falar com o filho (garoto) ficou estranha. . . quantos anos teria o pirralho? xD

Blanche disse...

Oi, desculpa a demora em responder, mas devido ao Carnaval.. bem, você entende, rs!

Enfim, em relação a 4 meses, 3 semanas e 2 dias, o filme foi rodado em Bucareste, então acho que vai te agradar, se é que você ainda não assistiu. Mas apesar disso as principais passagens decorrem em locais fechados e a atmosfera é aquela, super cinza.

É isso.
Beijo.