Bem-vindos, nobres espíritos!

Sintam-se em casa em minha humilde morada. Aqui vocês encontrarão alguns de meus loucos textos que ora lhes convido a ler e, se assim desejarem, comentar...

fevereiro 17, 2008

Republicação - A Sina de Juan

Estou republicando este poema porque não tive acesso a um pc neste final de semana, e estou sem tempo de criar um post do zero. Aliás, eu to sem tempo pra nada.

Don Juan é o nome do lendário libertino responsável por seduzir um incontável número de mulheres em satisfação à sua lascívia. Tal personagem, retratado por diversos autores, possui tanta popularidade que seu nome se tornou um adjetivo para o comportamento dos “mulherengos” em geral.

Este poema que deixo aqui é baseado em uma peça que na verdade nunca assisti, mas cuja existência me inspirou a escrevê-lo. A peça se chama “Don Juan in Hell” (Don Juan no Inferno), e descreve, segundo informações do site, o que acontece com Don Juan após sua descida ao Inferno...


Don Juan, por onde andas?
Tuas conquistas, tuas amas
Clamam juntas por teu amor
Mas certo é que teu ardor
Se pra uma queima, noutra se apaga
E assim carrega tua chaga
De eterno conquistador

Don Juan, por onde andas?
Quem cá chama é teu amor
Este, garanto, é verdadeiro
Nada tem de aventureiro
Como um sem número ao teu redor
Mas certo é, o Tempo clama
Fugaz se torna a tua chama
E logo busca noutra dama
A panacéia da tua dor

Dias passam noite adentro
Sempre em claro, sempre ardendo
Às jovens sobra o desalento
De servir como sustento
À lascívia, de fomento
Simulacro de um amor

E ao final, acaba a história
De conquistas e vitórias
Sobra apenas a memória
Do eterno sedutor

Eis então, a ironia
No Inferno lhe sorria
Uma jovem – quem seria?
Não importa, não a amou

Ouviu isso de tua boca
Que outrora, desejou
E a bela dama , triste e rouca
Por tais palavras chorou...

Desdenhaste a quem te amaste
Por tolo papel passaste!
Teu harém cá não te persegue
Tua amada te tem por jegue!

Pega logo a vestimenta
De bobo da corte, e se contenta
Pois no Inferno somos atores
De passadas vidas e dores
E pra ti o bobo da corte
Sairá melhor que a encomenda!
- Diz o Diabo em reprimenda

E qual moral disso extraímos?
Talvez que os jovens libertinos
Não tardam a cair no abismo
Que os próprios escavaram
Com tão fútil escapismo...

Autor: Jarbas Lima Alves da Silva

("A Morte de Don Juan", de Charles Ricketts, exposto na Galeria TATE da Inglaterra).

39 comentários:

Pan ßox disse...

Cuidado Belzubu, ou Don Juan vai te conquistar. Dizem que quem desdenha...
Enfim, gostei muitissimo do poema, me lembra muito "A divina comédia".

Mas obrigada pelas palavras no seu comentário. Vi a sinceridade que falta em muita gente nelas.

Maria Regina disse...

Realmente, como falou sua outra amiga, lembra um pouco a divina comédia. Muito bom seu texto! Todo texto fala um pouco de nós, os autores...Ah! a propósito, Medieval, o nome dado a minha poesia, diz um pouco de mim,é como me sinto às vezes, uma pessoa muito antiga...
Beijos
Feliz 2008!

Rafael disse...

http://rafaisaac.stripgenerator.com/2007/12/28/rafa-barbas.html

Liliane Sastre Nunes disse...

A última estrofe eu adorei.
Os Don Juans da vida ávidos por contabilzar conquistas acabam-se dentro dos proprios abismos que escavaram pela futilidade que dão aos sentimentos.
passa lá no meu e participa também da campanha em prol da Casa Mae Abigail, vale a pena quando a causa é nobre. Agradecida.
Becitos...

Nana Lopes disse...

O que é bom, vale a pena ver de novo.Bjkas Jarbas

Renato Fernandes disse...

O cara mais underground que conheço é o Diabo....

Muito bom o seu estilo.

sóbrio e compenetrado.
Curti vai para os favoritos, e sem demagogias

acesse o meu blog também
www.ogritonoticias.blogspot.com

young vapire luke lestat news disse...

Como falou o Renato aí em cima...
O diabo é o cara underground...
E como sempre perfeito o texto...

[]s L.Sakssida

Vírgula Antenada disse...

Estou em estado de plena euforia... É assim que fico sempre que leio vc. Perfeito, do início ao fim. Fabuloso.

Artur Quintanilha disse...

Bacana demais!

Carlos Vin disse...

Cara o teu poema tem um conceito bem forte e consegui transmitir isso numa boa..
Bacana mesmo

Um abraço!

Everaldo Ygor disse...

Olá...
Já andei lajeando o ardente Inferno de Dante em minhas andanças...
Um belo e instigante poema...
Como atores, poetas, grandes figidores, nesse simulacro de sociedade...
Parabéns!
Everaldo Ygor
Abraços

http://outrasandancas.blogspot.com/

Nelson disse...

gostei do estilo e da saudação!

este blog é bem meu estilo!!

fantástico.
abraço.

Jairo Assunção disse...

Ulalá!

Muito bem =]

keroj disse...

Muito bom o poema,mesmo com um tema tão batido vc coseguiu uma ótima abordagem,parabéns

ED CAVALCANTE disse...

GOSTEI DO POEMA, ME PARECEU AUTO-BIOGRÁFICO! RSSSS TODO MUNDO TEM UM POCO DO DON JUAN, A QUALQUER HORA ELE AFLORA!

Psicopata disse...

Na primeira vez que publicou eu nao tinha visto.
Valeu a pena republicar, muito bom.
Abraço

Duda disse...

Vim aqui agradecer o seu comentário no meu blog. E outra coisa, a-d-o-r-e-i o seu layout! Muito legal mesmo!

;*

João Victor disse...

mto bom viu!!!

Marcus Vinicius disse...

cara juan se garante!
huahua
ele eh o cara!
muito bom o texto!
tah um abraço

Siegrfried disse...

Desculpa, não li o post, acabei de voltar do colégio, mas é... eu curto mesmo dragões!
Prefiro também a designação chinesa!
E as serpentes emplumadas também me seduzem, tenho uma miniatura de uma em casa!
Prometo que volto depois e leio o post!

Paulianne disse...

Olá, Jarbas. Primeiramente, muito obrigada por sua visita e comentário. Gostei muito do seu blog e que poesia linda, heim?
Posso te linkar ao meu?
Beijos e parabéns.
Paulianne

Nanda Kiedis Declama disse...

"E ao final, acaba a história
De conquistas e vitórias
Sobra apenas a memória
Do eterno sedutor"
achei essa parte tudo e o final perfeito!!!

Bjs

Siegrfried disse...

Agora sim eu li!
Gostei bastante!

"Desdenhaste a quem te amaste
Por tolo papel passaste!
Teu harém cá não te persegue
Tua amada te tem por jegue!"

Rsrsr Don Juan com amadas nordestinas?
Jegues eu via muito lá na Bahia de onde eu sou =D!

Ótimo cara!

Liz / Falando de tudo! disse...

Bonjour,
Passando so pra dar uma olhadinha e te deixar um convite pra vim também conhecer meu cantinho...talvez nossos blogs nao se identifiquem muito, mas como dizem: as diferenças se completam!!
A revoir...

o'Ricci disse...

hmmm... a temática toda me atrai. Adotarei seu critério de distribuição de mais de uma mídia por post =p

Louise Mira (Luly) disse...

Profundo... me lembrou Gil Vicente, e seus autos, apesar de não ser satírico... Muito bom.

----------------------------

http://jornalistateen.blogspot.com/2008/02/quem-voc-conhece.html

Pauta para o site da Capricho

SouMusic disse...

Oi Jarbas, q bom q gostou do nosso blog.

Qnt a suas observações, vou analisar... ainda estamos formatando ele (só tem 20 dias de existencia... rsrs).

Agora, já q vc postou num texto de agradecimento aos selos indicados, qria te pedir pra ir comntar os outros textos. Não deixe de ir.

Valeu e gostei de conhecer o poema de Dom Juan - e um pouco de sua historia.

Diego Rodrigo disse...

Nossa eu nunca tinha pensado como seria o Don Juan no Inferno, com certeza o diabo o diabo deve ter gostado muito...rsrsrs

Adorei o seguinte trecho, pois este podemos trazer para nossas vidas:

"Pega logo a vestimenta
De bobo da corte, e se contenta
Pois no Inferno somos atores
De passadas vidas e dores"
___________________________________
Mru blog

Iza disse...

Confesso que senti um pouco de alegria pelo destino dado a Juan no poema.
Quantas as palavras deixadas por ti em meu blog, só tenho a agradecê-las.
Para os que "têm olhos para ler" a filosofia e as doutrinas filosóficas só fazem compreender o mundo de uma forma melhor.
Até agora Comte, Wittgeinstein, Dworkin,Rawls e Habermas são os meus preferidos. Schopenhauer, ás vezes, me dá medo.
A partir de 3 de março, vou diminuir minhas postagens nos blogs.
A batalha contra o tempo é árdua ( o dia deveria ter 50 horas)
Um abraço!

Allerson disse...

Ta de Parabens o Blog esta ótimo não mudaria nada nem sei como é que faz o própio Layout personalizado que pena!

Mas enfim um abraço!

Louise Mira (Luly) disse...

Certo, entendi. Só que, em momento algum, disse que não existe a possibilidade de ter gdes amizades pelas net. Só ressaltei que acho difícil. É uma opinião minha, ok?

bjs

Mickey disse...

curti esse poema...mesmo q vc copiou e colou rsrsr...cmo vc mesmo disse, mas ta bom o que vale, eh a mensagem a ser transmitida......


http://sonacachaca.blogspot.com

Mickey disse...

poh cara desculp ai...rsrs...eh q eu interpretei mal....mas parabens pelo blog...gostei....

Lalo Oliveira disse...

Gostei especialmente das duas últimas estrofes. Juan é uma figura egocêntrica, e embora sejamos todos, não me agrada muito essa coisa.

Agradeço a fidelidade ao Poeses, amigo poeta.

Estou te pondo nos favoritos.

Abraços.

Maria disse...

Sou de Londrina, sim! Mas acho que não conheço esse Leonardo, você sabe o sobrenome?

beijos

Tiago Enes disse...

Oi

O Blog tá muito legal!
Bons posts!

Parabéns!

Abraço!


Se puder visite!!!

http://tiagoenes.blogspot.com/

Aa-dreano disse...

Graaande Jarbas! xD

Sim, Enderheim é um universo, mas de outra história. Aquele post é o único sobre esse mundo específico. O do moleque que dá porrada é outro mundo (o nosso mesmo).

:.Mais do Mesmo.: disse...

aksoaksoksoaskaoskok'

Não, nãão éé isso...
a noticia é masi complexa..
Vou deixar voce curitoso,
mas se depender de mim,
pode ter certeza que vou colocar essa noticia (:

Heey, leegau voce gostar de poesiaa!
Tambéém adooro!
Parabéns pelo blgo, tá de mais!

bjokas @:

Autora Daisy disse...

Parabéns, forte concorrente no concurso de contos :)

Um abraço e seja bem vindo ^^